Ui, que me ia dando uma coisa má!

Hoje ao ler um dos meus blogs favoritos, o KTreta, deparei-me com um texto completamente alucinado de um outro blog de seu nome Genesis Contra Darwin.

Este blog que se dedica a explicar porque é que um livro escrito à dois mil anos e recheado de contos de fadas requentados, explica melhor o universo que a ciência! O post em questão explica como são possiveís os milagres através da “suspensão das leis da fisíca” e explica-o assim:

«O problema claro está é que o milagre não é uma “violação das leis da natureza“, mas sim a “suspensão dos efeitos de uma ou mais leis da natureza“.

Para melhor se entender isto, vamos vêr o exemplo dos frigoríficos. O propósito destas máquinas é o de preservar os alimentos lá colocados, revertendo o processo de decomposição que naturalmente acontece com todos os tecidos biológicos. O que o frigorífico faz é “suspender” os efeitos das leis da decomposição de modo a preservar os alimentos. O frigorífico não “viola” nenhuma lei apenas e só porque suspende os efeitos dos processos naturais. O que está em operação dentro do frigorífico são leis da mecânica, refrigeração e física que atrasam a deterioração da comida.»

Isto é absolutamente e genialmente … RIDÍCULO! Mas o mais grave foi ser um blog em PORTUGUÊS! Se  fosse em Inglês, ainda passava. Nos EUA, nós sabemos que há seitas completamente loucas, Agora em Português!? ‘DA_SE!!!

O blog que tem entre outras coisas giras, a cara do Che Guevara  com um sinal de proibido em cima (seria ateu, o tipo?) tem links lindos e fantásticos a sites como : Atheistic ViolenceCreation Safaris ou ainda Milagres Acontecem.

É um verdadeiro must! Também a não perder são os comentários no KTreta ao texto. De partir a rir, especialmente o do Miguel Oliveira Panão:

«O criacionismo não pode ser Cristão. Não se pode amar, sem conhecer, nem conhecer, sem amar. Pensar que o Cristianismo, ou Catolicismo, é criacionista é redondamentíssimamente falso. Veja-se a enormidade de disparates que se podem afirmar. Mas a questão pertinente que se pode levantar (que não é nova) é como interpretar os milagres à luz do conhecimento científico, em interacção com o saber teológico….»

Muito bom! Parece que estamos a ver fãs da carochinha a debater-se sobre o modo como esta acasalava com o João Ratão!

Ciganos na escola

Reportagem na TSF sobre a integração dos ciganos na sociedade Portuguesa. Vale a pena ouvir.

O BÊ-Á-BÁ dos Ciganos

«A notícia de uma turma exclusiva de ciganos numa escola de Barqueiros voltou a relançar a polémica sobre a melhor maneira de integrar estas crianças. Mas o debate talvez tenha passado ao lado do essencial.
Quando surgiu o Rendimento Mínimo, nos anos 90, os ciganos começaram a chegar às escolas em grande número. Ninguém estava preparado; nem as escolas, nem as crianças, habituadas a uma cultura do “posso, quero e mando”. Com a crise da venda ambulante, os pais começam a aceitar, e até a desejar que os filhos tenham uma educação com futuro. No entanto, para que isso aconteça é preciso investir na educação pré-escolar e valorizar o papel dos mediadores socioculturais.
“O Bê-á-bá dos Ciganos” é uma grande reportagem de Rui Tukayanacom sonoplastia de Joaquim Dias

In TSF

O fim da birra

Os embargos a países que têm governantes de quem os embargadores não gostam devem ser das acções mais ineficazes que alguma vez se fez.

Suponho que a ideia é a que de a população do país embargado passe mal, culpe o seu dirigente e faça uma revolução. Pois, mas as coisas não se passam assim. o que se passa, é que o dirigente – que continua a viver bem – controla a informação onde culpa os países embargadores pelo sofrimento da população que por sua vez está preocupada demais em sobreviver para ter tempo para golpes de estado.

Já é altura de acabar com a birra dos embargos, já é altura de perceber que não funciona, já é altura de não punir a população de paises debaixo de presidentes/reis/ditadores estúpidos.

Obama, com o pragmatismo a que nos tem habituado veio acabar – ou para sermos mais correctos: suavizar, porque não foi o Fim do embargo, mas foi muito mais do que algum dos presidentes anteriores fez – com mais uma birra Americana que durou tempo demais.

«…O Presidente Barack Obama ordenou ontem o levantamento das restrições às viagens de cidadãos com familiares em Cuba e ao envio de dinheiro para a ilha liderada pelos irmãos Castro. E mais: abriu caminho para as empresas de telecomunicações dos Estados Unidos fazerem negócios em Cuba e mandou a Administração avaliar a possibilidade de iniciar voos comerciais regulares entre os dois países.
Estes anúncios não representam o fim do embargo a Havana, mas constituem a maior fenda já aberta numa política com 47 anos…»

In Público

“[a biblia] É um texto simbólico”

«…O Cardeal Patriarca de Lisboa afirmou ontem à noite, na sua homilia de Vigília Pascal, celebrada na Sé de Lisboa, que muitas respostas da teologia católica à teoria da Evolução de Darwin basearam-se numa “deficiente leitura” da Bíblia, negando contradições entre os evolucionistas e a perspectiva cristã da Criação…»

«…”É um texto simbólico, num género literário hoje conhecido e estudado; é uma revelação do sentido profundo da criação e da vida e não a narração do modo como as coisas aconteceram, perspectiva própria da ciência”, sublinhou o Cardeal Patriarca. ..»

In Público

Isto quer dizer que o JC também não ressucitou? Essa parte também é simbólica? Milhões de pessoas no mundo inteiro estão a comemorar algo parecido com a cena do caçador que abre a barriga ao lobo para tirar a avó e o capuchinho vermelho?

Aliás a história do capuchinho vermelho só não se transformou em religião porque na altura em que foi escrito as pessoas já sabiam distinguir o que é verdade do que é menti.. deculpem, simbólico.

Mas suponho que não, JC vai continuar a ressuscitar Verdadeiramente porque o conteúdo da biblia vai passando de Verdade a simbólico à medida que as provas cientificas vão esmagando a Verdade.  

Ou melhor, só passam de Verdadeiras a simbólicas as partes a que ninguem liga ou já toda a gente se habituou a não acreditar. Ou seja, primeiro o povo deixa de acreditar e a Igreja vem a seguir dizer: Pois Pois, mas isso também não era para acreditar, era simbólico.

E no meio disto ainda há quem acredite neles. Tótós!

Uma Vez Berlusconi, sempre Ber…Anormal

As parvoices desta besta são tantas que já nem têm conta. Fica mais uma:

«…O primeiro-ministro italiano voltou às declarações polémicas. Referindo-se às vítimas do sismo que na passada segunda-feira abalou a região centro de Itália e aos milhares de desalojados que estão provisoriamente acomodados em tendas, Silvio Berlusconi disse para encararem a situação como “um fim-de-semana no parque de campismo”.

“Não lhes falta nada. Têm cuidados médicos, comida quente… Claro que o actual lugar de abrigo é provisório, mas há que encarar a situação como um fim-de-semana no parque de campismo”, respondeu Berlusconi à cadeia de televisão alemã N-TV….»

In Público

A Religião Mete Nojo

Ora ai está. Segundo a última resolução da ONU acabei de cometer uma violação aos direitos humanos! E mais, fi-lo intencionalmente e gratuitamente! Fico agora à espera de ser formalmente acusado.

Pois é, a ONU votou e aprovou o mês passado, uma resolução que condena como violação dos direitos humanos a difamação da religião. A proposta foi apresentada pelo Paquistão mas também foi votada favoravelmente por países cristãos/católicos.

In TVNET Link Indisponível

In Estadão, 27 de Março 2009

AVISO : Nunca me lembro de ter escrito nada tão crú e violento contra a religião e as pessoas que acreditam nelas, mas agora que é “PROIBIDO” faço questão de o fazer. É a vida…

Pela parte que me toca faço questão – mais do que nunca – de dizer mal das religiões. Não passam de sistemas baseados em mentiras e histórias da carochinha.

Que as pessoas acreditem em deus, um ser superior que nos protege/maltrata/domina/ignora, ainda aceito. Agora que acreditem que as religiões e as regras estúpidas que inventaram a partir do nada têm alguma coisa a ver com essa suposta criatura, deixa-me MUITO TRISTE com a pobreza de espírito das pessoas.

A religião já teve, em tempos, motivo para existir. Serviu para manter as pessoas únidas – mais vezes para o mal que para o bem – e para  acalmar medos . Nas épocas em que não havia ciência e nenhum conhecimento da física e da química que movem o universo, a religião era a melhor explicação. Na falta de melhor explicação – era deus. Agora não, o nosso conhecimento sobre o fucionamento das “coisas” é vastissimo e há cada vez menos espaço para explicações sobrenaturais. Existem obviamente muitas coisas por explicar, mas a resposta para elas não é deus, é : Não sabemos!
Não sabemos tudo, e qual é o problema? Acabaremos por saber.. ou não. E qual é o problema?
Essa mania de tentar explicar o que não se percebe  com explicações irracionais – ou  de ignorar as explicações que existem -, já chateia, JÁ METE NOJO!

video:

 

Aborto: infecções e perfurações de órgãos deixaram de existir com nova lei

“…Francisco George anunciou que, em consequência da nova legislação, foram eliminadas as complicações associadas ao aborto clandestino, nomeadamente as perfurações de órgão e as infecções. «Deixaram de surgir nas urgências hospitalares casos de órgãos perfurados e infecções» associados ao aborto clandestino. …”

In Público

Cláudio nas Nuvens