Hungria, dias 10 e 11: budapeste

O nosso primeiro dia em Budapeste coincidiu com o feriado nacional. Milhares de pessoas enchiam as ruas à espera do fogo de artifício que decorreu às 21h00 é após o qual a festa acabou. Não houve mais música ao vivo nem mais tendinhas a vender comida :p
Budapeste é grande e com edifícios grandiosos, mas muitos a precisar de manutenção. Nota-se que a cidade não está à altura da importância que já teve.
Visitamos, nós é hordas de turistas, os monumentos mais importantes, onde não faltaram duas termas 🙂
Além desses monumentos óbvios, é graças às localização dos dois hostels onde ficámos, demos com um antigo edifico de habitação, com pátio no meio, transformado em complexo de bares alternativo com esplanadas, música ao vivo e sei lá o que mais. O Szimpla, uma obra de arte onde o pessoal da área da restauração de Leiria devia fazer uma boa de estudo 🙂

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.