Tag Archives: Add new tag

Abaixo os ateus, esses [palavrões à vontade do freguês]

Ontem fiquei a conhecer um dos blogues mais imbecis da blogosfera Portuguesa, o Circo Luso, onde o autor mostra o seu profundo ódio por toda a gente que não seja monárquica e católico – vale a visita, é muito giro.

Através dele fui parar ao Portal Anti-ateu, um blog muito mais sério  mas (riscado depois de ter lido o blog) também muito divertido. A abertura do blog reza assim:

«É um lugar de gente séria, honesta, equilibrada, sem problemas psicológicos, sem problemas sociais, que aceita a cultura da sociedade e respeita todas as crenças.

Aqui não têm lugar os ateus, por serem: desonestos, mentirosos, badalhocos, intrujões, falsos, desequilibrados ou perturbados psicológica e emocionadamente, por não aceitarem a cultura e passarem a vida a lutar contra a sociedade (e seus valores e instituições), por não acreditarem em divindades e passarem a vida a lutar contra Deus.

Por serem mal intencionados, por não terem valores (e se oporem quem os tem), praticarem a injúria, a ignominia, a humilhação e a ofensa gratuita, como filosofia de vida e regra de conduta.

Qualquer blog ateu é feito com a única e exclusiva intenção de maltratar os crentes, de enxovalhar a religião (sobretudo a Igreja Católica), de insultar a cultura cristã em que vivemos e tentar denegrir os seguidores de qualquer credo.

Os ateus têm uma aversão total à cultura em que vivemos, um ódio profundo à paz, um rancor impar à serenidade e fraternidade dos crentes, uma raiva sem tréguas a tudo o que for respeito pelo próximo e valores da cultura cristã do velho mundo.»

Muito Bom! Mas serão a sério ou é malta a gozar.? Alguém acredita que aqueles blogues não sejam a gozar?
Convenhamos, um blog onde fazem, más, foto-montagens de soldados nazis com o simbolo do ateismo ao peito e dizem que é uma reunião dos ateus portugueses, só pode ser a gozar. Há dúvidas?

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)

O fim da birra

Os embargos a países que têm governantes de quem os embargadores não gostam devem ser das acções mais ineficazes que alguma vez se fez.

Suponho que a ideia é a que de a população do país embargado passe mal, culpe o seu dirigente e faça uma revolução. Pois, mas as coisas não se passam assim. o que se passa, é que o dirigente – que continua a viver bem – controla a informação onde culpa os países embargadores pelo sofrimento da população que por sua vez está preocupada demais em sobreviver para ter tempo para golpes de estado.

Já é altura de acabar com a birra dos embargos, já é altura de perceber que não funciona, já é altura de não punir a população de paises debaixo de presidentes/reis/ditadores estúpidos.

Obama, com o pragmatismo a que nos tem habituado veio acabar – ou para sermos mais correctos: suavizar, porque não foi o Fim do embargo, mas foi muito mais do que algum dos presidentes anteriores fez – com mais uma birra Americana que durou tempo demais.

«…O Presidente Barack Obama ordenou ontem o levantamento das restrições às viagens de cidadãos com familiares em Cuba e ao envio de dinheiro para a ilha liderada pelos irmãos Castro. E mais: abriu caminho para as empresas de telecomunicações dos Estados Unidos fazerem negócios em Cuba e mandou a Administração avaliar a possibilidade de iniciar voos comerciais regulares entre os dois países.
Estes anúncios não representam o fim do embargo a Havana, mas constituem a maior fenda já aberta numa política com 47 anos…»

In Público

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)