Category Archives: Viagem

Burgos

E como já se previa o ritmo de viagem abranda à medida que vamos encontrando paragens obrigatórias. Burgos, que é uma cidade muito simpática, com muitas zonas verdes, ciclovias e claro, as sempre presentes tapas, é tambêm a cidade onde mora o Ruben, Um espanhol antipático, mas como nos vai oferecer um sitio para dormir, nós fazemos o esforço de estar com ele. Apesar do seu feitio, ficámos muito contentes por saber que tem um novo emprego 5 estrelas. Trabalha como assistente de produção numa “sala” de espectaculos municipal feita num antigo hangar de comboios, e é constituida pela zona de espectaculos (em pé) propriamente dita, bar, varia salas de ensaio que são alugadas aos grupo e estudio de gravação.

Burgos tem tambêm um interessante museu da evolução onde estão expostos vários fosseis humanos encontrados em Atapuerca (inscrito no UNESCO world heritage list).

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)

Salamanca

Jantar: Rolito de salmao com queijo philadelphia; topping: cebola, cenoura, pimento vermelho, azeite; Fatia de pao tostado com topping de azeite, tomate e oregaos, coberto com uma fatia fina de presunto; Meia clara de ovo cozido recheada com a gema cozida misturada com atum, coberta com filete de anchova dobrado e palitado; Pseudo pastel de bacalhau/batata quente servido em cima de folhas de rucula

Salamanca tem um centro histórico/pedonal digno de ser visto. Grande e com inumeros monumentos (leia-se igrejas e afins) granditos e com alguns pormenores decorativos interessantes.

Deve haver mais cenas fixes para dizer, mas agora vamos dormir que amanhã há mais kms para parar e outras para ver.

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)

Sob o signo do inferno

Não se pode dizer que tenham começado da melhor maneira as férias em direção à Eslovénia (mas que não devem chegar nem lá perto). O Andanças apesar de não ter ardido, esfumou-se, o parque de campismo do Pisão, onde costumamos ficar, e de onde fomos evacuados no Domingo, ia-se esfumando, literlamente; mas apesar de todas as previsões em contrário ainda lá está inteirinho.

Após termos sido evacuados estivemos a ajudar a preparar o parque para o, que pensávamos ser, inevitável confronto com o incêndio o que deu direito a alguns momentos de stress.

À noite fomos jantar a Santa Cruz da Trapa para nos prepararmos para os bailes da noite, mas o ambiente na vila tirou-nos a pouca vontade de festas e acábamos a noite a fazer companhia a um casal de uma aldeia que estava em risco de arder e como tal estavam ao longe encostados ao carro a olhar para o fogo e tentar adivinhar onde é que ele andava.

Portanto dançar: népias; e dormir: obrigou a improvisar nas duas noites que deviamos estar no campismo do Pisão.

Ainda passámos hoje pelo Pisão para cumprimentar o pessoal e ver os estragos (que não havia). O parque continua encerrado e o fogo ainda anda por perto…

Estamos neste momento a 100 Km de Salamanca a caminho de Burgos para irmos visitar o Ruben, e claro, cravar uma noite 😉

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)