Tag Archives: Itália

Itália : O país anedota

Aplica-se à Itália aquele fantástico ditado : “Só visto, contado ninguém acredita”.

1.Tem um primeiro-ministro que se diz católico e é um dos homens mais asquerosos (eu parto do surreal princípio que ser católico DEVIA ser incompatível com ser asqueroso) que alguma vez abriu a boca com um microfone à frente.

no Público:

É melhor gostar de raparigas bonitas do que ser gay…

…A declaração surge quando a oposição pede a demissão de Berlusconi após a alegações de que ele teria ajudado uma jovem de 17 anos que esteve em festas na sua casa, pedindo à polícia que libertasse a rapariga, detida por suspeitas de furto. O primeiro-ministro italiano recusa-se a pedir desculpas e recusa ter tido algum comportamento menos próprio.

Claro que anda tudo a falar do que ele disse, que não interessa nada, já sabe que ele é estúpido e esqueceram completamente o que interessa: Já é, pelo menos, a segunda vez que este mrds* aparece a pagar a menores para estarem presentes nas suas festas particulares!

2.Sempre foi para a frente a lei que permite suspender jogadores de futebol que blasfemem (blasfémia : Dito ímpio ou insultante contra o que se considera como sagrado.) como eu tinha referido aqui.

no  Público:

…Nicola Pozzi foi suspenso na quarta-feira por um jogo por ter alegadamente proferido, no final do jogo de domingo contra o Cesena, para a Liga italiana, a expressão tida como ultrajante “Porco Dio” (Porco Deus)….”

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)

Estes romanos são loucos!

Será mentira de 1 de Abril? Esta notícia é tão parva, que só pode, mas curiosamente o 1 de Abril ainda não passou…

“[em Itália] A nova lei indica que o futebolista que blasfemar em campo, e que tal seja descortinado pelo árbitro ou em imagens televisivas, será admoestado com um cartão vermelho direto e sujeita-se a um castigo prolongado.”

In Público

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)

O amor de Saramago por Berlusconi

Eu a pensar que dizia mal do Berlusconi, mas o Saramago bate-me aos pontos:

“Esta coisa, esta enfermidade, este vírus ameaça ser a morte moral do país de Verdi se um vómito profundo não o conseguir arrancar da consciência dos italianos, antes que o veneno acabe corroendo as veias e acabe destroçando o coração de uma das mais ricas culturas europeias”

Tirado do Público

Adenda : Texto completo no DN

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)

A Itália mais uma vez em destaque pela negativa

A Itália, sob o comando da alimária Berlusconi, têm-se tornado cada vez mais o exemplo do que um país civilizado não deve ser.

Da mesma maneira que Portugal serve de exemplo, aos países que estão para entrar para UE, sobre como desperdiçar fundos de coesão , a Itália é neste momento – não é oficial, é a minha opinião – o molde pelo qual os novos países NÃO se devem guiar em relação a políticas sociais e comportamentos do chefe de estado.

«A obrigação de ajudar os países pobres

A Europa é um clube de ricos e Portugal é um dos seus membros, por muito que se fale de crise e as desigualdades sociais no País sejam ainda superiores às do resto do continente. Por isso, a obrigação de contribuir com ajuda aos países em desenvolvimento, um compromisso assumido pela União Europeia e que prevê que em 2010 os 15 Estados anteriores ao alargamento de Maio de 2004 estejam a disponibilizar em apoio económico 0,51% do seu rendimento nacional bruto (RNB). Isso significará no caso português perto de 890 milhões de euros, ou cerca de 85 euros por cada habitante do País.

Mas para lá se chegar, e falta pouco, terá de haver um esforço significativo. No ano passado, a ajuda total portuguesa foi de 470 milhões de euros, o equivalente a 0,27% do RNB.

Em termos globais, só cinco dos 15 países estão já a cumprir os 0,51%, com destaque para o Luxemburgo. Pior que Portugal estão três países. O caso da Itália, que ocupa o fim da tabela com apenas 0,16%, é o mais chocante. Ao mesmo tempo que adopta medidas repressivas para combater a imigração ilegal, o Governo de Silvio Berlusconi corta nas ajudas aos países pobres, de onde vem a maioria dessas pessoas desesperadas por um futuro. É desconhecer que o mundo é global e que a pressão migratória só se contraria atenuando as desigualdades regionais.»

Editorial do DN de 15 de Maio de 2009

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)

Uma Vez Berlusconi, sempre Ber…Anormal

As parvoices desta besta são tantas que já nem têm conta. Fica mais uma:

«…O primeiro-ministro italiano voltou às declarações polémicas. Referindo-se às vítimas do sismo que na passada segunda-feira abalou a região centro de Itália e aos milhares de desalojados que estão provisoriamente acomodados em tendas, Silvio Berlusconi disse para encararem a situação como “um fim-de-semana no parque de campismo”.

“Não lhes falta nada. Têm cuidados médicos, comida quente… Claro que o actual lugar de abrigo é provisório, mas há que encarar a situação como um fim-de-semana no parque de campismo”, respondeu Berlusconi à cadeia de televisão alemã N-TV….»

In Público

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)