Tag Archives: actividadeorientação

Campeonatos de Orientação de Espanha

Esta primavera tem sido fértil em provas inesquecíveis.

Em Abril tivemos os campeonatos de Espanha de Orientação na serra de Madrid. Nós já tínhamos lá passado de raspão, mas desta vez fizemos uma visita digna desse nome. As provas desenrolaram-se em montanha com uma arena acima dos 1.000 metros e com as provas ainda mais alto. Qual a vantagem disso, podem perguntar?

Paisagens maravilhosas é o que é. Eu gosto de montanhas, gosto mais de montanhas do que de orientação ou de trail ou de canyoning. O que me leva a essas actividades é a paisagem de montanha. Orientação em pinhal? seca! Trail sem altos e baixos? Aborrecido! Canyoning em rios com vegetaçãozita ao invés de encaixando em calhaus? banhito…

As provas valeram as 6 horas de viagem, especialmente a longa. É uma distância que não gosto muito porque se passa muito tempo a apanhar seca entre pontos de controlo, mas aqui, nada disso. A paisagem era brutal e as pernadas longas faziam-se com o gosto de quem faz um belo trail. Maravilhoso.

Uma coisa é certa, depois de uma prova num local deste a minha vontade de fazer orientação em terrenos “normais” ainda muito por baixo. Elevam as expectativas à malta e depois é uma chatice!

Total distance: 6846 m
Max elevation: 1557 m
Min elevation: 1171 m
Total climbing: 190 m
Total descent: -491 m
Average speed: 11.51 min/km
Total Time: 01:31:25
Download

Além disso ainda demos umas voltas por lá especialmente pelo Valle de Lozoya onde fica Rascafria, bela terrinha de montanha com as suas maravilhosas tapas.

Também deu para fazer uma caminhada até os 2.000 metros junto a um rico de água limpinha de morrer. Não, enganei-me, de morrer era a temperatura :-/

A minha ideia era chegar à Cabeça de Hierro Menor ou à Cabeça de Hierro Mayor mas ainda havia muita neve, eu estava de sandálias de rio e das poucas passadas que tentei na neve fiquei enterrado até ao joelho com o risco de haver um buraco por baixo e a coisa correr bastante mal. Por isso dei-me por contente por fotografar o topo e voltei para trás.

Total distance: 6749 m
Max elevation: 1999 m
Min elevation: 1786 m
Total climbing: 424 m
Total descent: -425 m
Average speed: 16.34 min/km
Total Time: 02:23:10
Download

 

TODAS AS FOTOS AQUI

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)

8 dias, 3 tareias e um Cláudio todo contente

 

Foi uma semana de caixão à cova, infelizmente não há muitas assim.

Sábado, 21 de maio:  Estrela Grande Trail

27162534566_74b83c6b11_k

Rumámos, eu e a João, à Serra da estrela onde no dia seguinte eu ia fazer os 23 km / 1200 m de desnivel positivo da Estrela Grande Trail, a prova com a chancela do Sr Pezinhos, aka Armando Teixeira.

Já não fazia um trail há cerca de 2 anos devido a paragem forçada por lesões e estava um bocado nervoso e mais nervoso fiquei quando ao chegarmos de carro, passámos o Vale do Rossim e vimos Manteigas bem lá ao fuuunnnnddoooo onde seria a partida. Esse mesmo desnível iria ser feita no dia seguinte, mas ao contrário.. e a pé.

No dia seguinte acordámos cedinho e ainda fomos ver a partida dos cromos dos 90km :p antes do pequeno-almoço.

Pequeno almoço tomado, siga montanha acima em direcção ao Rossim. Curiosamente a subida correu bem e cheguei ao Rossim em perfeito estado e muito antes do previsto. Tão antes, que a equipa fotográfica aka João ainda não tinha chegado e não chegou antes de eu sair de lá o que nem sequer estava previsto acontecer. A ideia era desistir ali 🙂

Mas as pernas queriam mais, por isso siga! Foram 5h30 de sobe e desce mas que culminaram numa bela bifana e um par de imperiais que degustei enquanto vi o Tiago Aires vencer a prova dos 90km em grande estilo e a chegar com velocidade e força de quem estava a a começar a prova.

vídeo oficial

13411121_789116121188922_1561608464_n

Total distance: 24977 m
Max elevation: 1694 m
Min elevation: 736 m
Total climbing: 1394 m
Total descent: -1416 m
Average speed: 12.38 min/km
Total Time: 05:31:57
Download

TODAS AS FOTOS AQUI

Quinta, 26 de Maio: Canyoning na Ribeira das Quelhas

27223025691_2e68a8f051_k

Dia de duplo objectivo: Fazer canyoning e conhecer a malta do NEL -Pé na Cascata.

A descida escolhida foi a ribeira das Quelhas  em Castanheira de Pêra, e segundo consta, é a ?única/melhor? descida do distrito de Leiria. E há que reconhecer que é uma bela descida. Muitos rapeis, alguns tobogãs e ainda um ou dois saltos.

Quanto à malta do NEL – Pé na Cascata, ficaram aprovados 🙂
Malta bem disposta e descontraída .. e amiga do convívio e da bifana, como convém nestas coisa. Vocês são uns fixes, “pás”.

TODAS AS FOTOS AQUI

Sábado, 28 de Maio: Rogaining do Sado

27312734766_eb26fee009_k

Rumo a Setúbal para uma prova de rogaining, modalidade de orientação onde dispomos de várias horas, neste caso 3 mas há provas de 24 , para fazer o máximo de pontos possíveis.

Eu e o Jorge fizemos a prova em belo passo de “andação” sem stresses e sem nos armarmos em heróis. Nas 3 horas disponíveis fizemos 19 km e cerca de 300 metros de desnivel positivo.

Estiveram na prova cerca de 40 animadas equipas. Foi um dia bem passado, venham mais.

Total distance: 18843 m
Max elevation: 159 m
Min elevation: 2 m
Total climbing: 579 m
Total descent: -579 m
Average speed: 10.47 min/km
Total Time: 03:36:30
Download

TODAS AS FOTOS AQUI

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)