Alpes : Agosto 2011

Diário

Estagio

Estamos neste momento em estagio para as super-fabulosas ferias de 21 que nos vao levar … Onde calhar Com o tempinho miseravel que esta aqui em Carvalhais, S.Pedro do Sul aproveitamos para testar o equipamento para a chuva e verificar que o melhor é que nao chova nas ferias, senao estamos tramados 😀

Dia 0

Localização : Bioparque, parque de campismo de são pedro do sul

A postos para atravessar Espanha amanhã 🙂

Dia 1

Localização : Algures entre Espanha e Biarritz

Hoje foi dia de santo alcatrao. Foi o dia todo a guiar para passar Espanha, amanha ja vai ser um dia mais calmo.

Para dormir é que apanhámos um bocado de seca. Dos 6 ou7 parques de campismo que encontrámos nenhum tinha vagas. Acabámos por montar tenda junto a meia duzia de carrinhas de malta do surf que estava tambem a passar a noite.

Dia 2

Localização : Mazamet - Parc Naturel Regional du Haut Languedoc

Hoje foi mais com um dia com muita condução, mas muito mais soft. Mas amanhã já deve saber a férias 🙂

Dia 3

Localização : Aubais (casa particular, localizacao aproximada)

Hoje entrámos em modo travessia de frança/passeio. Visitámos o circo de Navacelles, uma formacao geologica em forma de anfiteatro, com uma aldeia no fundo, inserida num fabuloso vale a fazer lembrar o grand canyon.

Acabámos o dia, e a noite, em casa de um amigo que conhecemos quando passou por nossa casa em regime couchsurfing.

Dia 4

Localização : St-qualquercoisa du naomelembro

Hoje foi dia de belo mergulho! À sombra da pont du Gard, o mais alto aqueduto construido pelos romanos, e no rio do mesmo nome tomámos um belo banho.

Blablabla – que já tinha escrito antes da bateria pifar e que não m apetece repetir…

Amanhã seguimos viagem e já devemos entrar no território do campeonato do mundo de orientação.

Dia 5

Localização : algures na montanha

Hoje chegámos a Grenoble. Vinhamos para ver e tentar participar numa das provas do campeonato do mundo de orientacao. Mal sabiamos que iamos chegar no dia em que a final de sprint ia decorrer exactamente em Grenoble. Foi uma tarde bem passada a assistir à prova num ambiente fabuloso. Agora vamos a dormir no estacionamento da prova ao lado da autocaravanas para amanhã tentar levantar cedo (6h30) e tentar inscrever-mos para a prova. Já cumprimos um dos objectivos da viagem, que era entregar um casaco à Inês

Parques naturais de hoje:Chamreuse e ….es

Dia 6

Localização : perto do monte branco

O dia de hoje foi excepcionalmente preenchido. Começou com alvorada às 6h30 seguida de provita de orientação. Mais à tarde houve a subida ao monte branco. Uma experiencia inesquecivel, especialmente a chegada e partida dos alpinistas por um cume de neve que não tinha mais de um palmo de largura. O fim do dia foi num campismo com uma vista fabulosa para o monte branco e companhia ao som de “highway to hell” tocad por uma banda de putos de 14 anos com baterista de 10… Um belo dia

 

 

Dia 7

Localização : Piodella, Suiça - já fora do campismo

França – Suiça – Itália – Suiça

Hoje foi dia de atravessar fronteiras e de paisagens grandiosas. O fim do dia foi na zona dos lagos entre a Itália e a Suiça que, apesar de ser muito jeitosos com as terrinhas todas a roçar a água e dezenas de pequenas praias de bela erva verde, são demasiado movimentadas, tudo estupidamente caro e demasiado bimbo. Vale a pena visitar, sem dúvida, mas não em Agosto.

Dia 8

Localização : St Moritz, Suiça

Depois de passármos por Colmo à procura do Jorge Cluni (que não achámos), fugimos de volta ao sossego da montanha. Mais exactamente para St Moritz que é a modos que indiscritivel, mas mesmo assim vou tentar:montanhas com neve a toda a volta no horizonte, mais abaixo a paisagem é toda verde, lagos azuis e caminhos pedonais e cicláveis por todo o lado. As terrinhas, segundo me parece, foram todas feitas para se parecerem com aquelas que vemos nos calendários.

A única coisa que não encaixa muito bem neste quadro são as dezenas e dezenas de judeus ortodoxos com os seus caracois e indumentária a condizer.

Enfim, está-se de tal maneira bem que vai ser o primeiro sitio onde vamos ficar duas noites no mesmo parque de campismo

Dia 9

Localização : St Moritz, Suiça

Ena ena, duas noites no mesmo campismo, até parece que se está bem por aqui 🙂

Dia 10

Localização : Innsbruck, Austria

Depois de uns mergulhos e mais uns passeios por terras de st Moritz rumámos em direção à Austria, mais precisamente Innsbruck

Innsbruck tem um centro antigo bonito e concentrado o que o torna fácil de visitar

Jantámos a sério (belo bife, bela cerveja e belas outras cenas), julgo que pela primeira vez desde o inicio das férias.

A Austria é muito mais barata que a Suiça e até a França, por isso ir ao restaurante não nos levou à bancarrota.

O campismo também é bastante bom com instalações bastante modernas.

Amanhã damos mais uma bela volta à cidade e bazamos em direção à Eslovenia que é mesmo aqui ao lado.

Dia 11

Localização : Parque Natural Triglav

Após uma bela voltinha por Innsbruck, pusemo-nos a caminho da Eslovénia em direção ao famoso parque. Como de costume fomos fazendo umas paragens conforme valia a pena e aproveitando, pois claro, a paisagem.

Ao passarmos por Lienzer (algures na Austria) vimos uma bela pista de tubogã (bobsleigh) com rodas, não com gelo e Zumba sai uma voltinha.

A entrada na Eslovénia foi feita por estradas um bocadito complicadas de subidas feitas em primeira e descidas de deixar os travões KO. Mas vale a pena. A paisagem feita de picos altissimos e gargantas profundas é de tirar a respiração. O rio Soca, em leito de perda branca tem uma cor fantástica e estou desejoso de me congelar nele.

Dia 12

Localização : Parque Natural Triglav, Eslovenia

Hoje foi dia de água. De manhã fomos fazer um belo canyoning que terminou com uma alucinante escorregadela de mais de 15 metros por uma zona quase vertical.

À tarde andámos à boa vida pela zona do campismo e ainda conseguimos tomar banho no super-gelado rio que lá passa ao lado.

Dia 13

Localização : Ljubljana

Fomos até à capital que tem uma excelente noite com muito movimento e musica pelas ruas. Bares interessantes não faltam por todo o lado.

Pelo caminho passámos por Bled que fica juntinho a um belo lago onde tomámos um belo banho na companhia de um pato.

Pelo caminho tivemos ainda tempo de nos perdermos, atravessar uma montanhazita em estradas de terra batida com pouco gasoleo e ter de sair de uma bomba de gasolina sem pagar (o meu cartão não funcionava e o da João estava em parte incerta).

Dia 14

Localização : Piran

Hoje rumámos à costa onde ficamos numa coisa que consta ser um parque de campismo e onde tomámos um belo banho no mar às 22h30 com água a cerca de 29 graus; uma verdadeira sopa.

Pelo caminho ficou a visita a uma gruta com o maior cayon subterraneo da europa e ainda fomos ver cavalos a Lipica, o alter do chão cá do sitio

Dia 15

Localização : Cortina, Itália (Dolomites)

Dia de começar a voltar para casa. Siga Eslovenia acima até triglav para mergulho gelado e recuperação de documentos esquecidos e rumo a Itália onde ficámos no simpático campismo de cortina com vista para as altas e majestosas dolomites


Dia 16
Localização : Chamonix

Hoje foi dia de altos e baixos estupidamente comprido. Começou com um belo levantar antes das 6h a toque de chuvinha. Foi preciso levantar cedo para chegar a Chamonix a tempo de estar ver a chegada do vencedor do Ultra Trail du Monte Blanc previsto para as 8h do dia seguinte onde esperamos ver o Português Carlos Sá vencer a prova.

Mas não demorou até as coisas correrem bestialmente mal. Um segundo de hesitação numa malfadada e estupidamente mal assinalada saída da auto-estrada custou-nos HORA E MEIA devido a uma fila interminavel entre a saida falhada e a próxima onde voltámos atras. Essa HORA E MEIA iria revelar-se fatal para os nossos objectivos.

Daí até Chamonix onde chegámos por volta das 21h foi sempre a andar, mas não sem passarmos um pequeno belo susto com um nevão ao fazer a primeira de quatro passagens de montanha. A visão da neve é bonita, mas não na estrada onde se começava a acumular. As outras passagens foram mais calmas, sem neve a cair mas com muita nas bermas e nas montanhas o que proporcionou vistas ainda mais fantásticas do que o costume.

21h, Aproximação a Chamonix e começamos a ver atletas a subir o monte e público a apoiar. Fantástico… Mas só até sabermos que a chegada do primeiro estava prevista para as 20h dessa noite e não para as 8h do dia seguinte! LA MERDE! Siga para a linha de chegada a ver se ainda iamos a tempo, mas só chegámos a tempo de OUVIR o público a aclamar o quinto atleta a chegar à meta, o Português Carlos Sá.. Quando chegámos à meta já não lá estava… LA BOSTE!

Enfim, objectivo não cumprido após centenas de quilometros de condução , mas ficámos por ali até à 1h a ver concorrentes chegar, inclusivé a primeira atleta feminina.

Siga para o parque de campismo, que já conheciamos e sabiamos não ter portão, para montar a tenda e passar uma bela noite a rapar um frio do caraças.

Dia 17

Localização : Aubais (casa privada, coordenadas não exactas)

Antes de seguirmos fomos ver o ambiente da chegada e estava tão bom que por lá ficámos até cerca da uma da tarde. Os atletas que não tinham conseguido passar determinado ponto antes de determinada hora tinham sido obrigados a parar durante a noite e estavam agora a chegar.

Vimos chegar dezenas de atletas todos eles celebrados como se fossem os vencedores, o que não é para menos para quem fez 160 km em montanha durante mais de 36h. Uma verdadeira festa de fazer esquecer o acto falhado da noite anterior.

Foi com pouca vontade que abandonámos Chamonix para seguir viagem em direção a Aubais onde ficámos, mais uma vez, em casa do Raoul e da Marie France onde fomos recebidos como velhos amigos por eles e pelo Michael, um dos nossos “clientes” do Couchsurfing que estava ausente quando passámos por Aubais no início das férias.

Dia 18

Localização : Barcelona

As férias estão a acabar e é preciso seguir viagem. Depois de uma visita a Avignon, a cidade dos papas, onde durante alguns anos existiu concorrência a Roma seguimos viagem até Barcelona onde ficámos em casa de uns couchsurfers que conhecemos num campismo da Eslovénia.

E como Barcelona rima com Norma não pudémos deixar de visitar essa catedral da banda desenhada que é a loja da dita editora 😉

Dia 19

Localização : Bioparque do Pisão - S.Pedro do Sul, Portugal

E eis-nos chegados ao acampamento base, de onde normalmente começam e acabam as nossas viagens.

Hoje foi dia de visitar os monumentos emblemáticos de Barcelona. A loja da Norma e a loja da Altaïr.

Depois, foi kms e kms até aqui onde vamos passar a manhã de amanhã em modo relax.


Dia 20
E pronto, acabara-se as férias.

O último dia foi passado no sossego do bio-parque do pisão e desta vez não nos esquecemos de encomendar com antecedência (via facebook) o “bio-despertar”

Fotos

Suiça
[flickr-gallery mode=”photoset” photoset=”72157629332035487″]
Itália
[flickr-gallery mode=”photoset” photoset=”72157629117786932″]
França
[flickr-gallery mode=”photoset” photoset=”72157627474957897″]
Austria
[flickr-gallery mode=”photoset” photoset=”72157627490417793″]
Eslovénia
[flickr-gallery mode=”photoset” photoset=”72157627506649953″]

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
Para Partilhar, É Só Clicar...

Leave a Reply

Cláudio nas Nuvens