HOMEOPATIA – O que é e como NÃO funciona

Segundo o sítio da Sociedade Homeopática de Portugal : “A Homeopatia é uma abordagem médica criada em 1796 pelo médico alemão Samuel Christian Frederich Hahnemann1 e define-se como a terapêutica que consiste em dar ao doente em pequenas doses, uma substância que, administrada a uma pessoa saudável, reproduza os sintomas observados”.

O segredo está nas “pequenas doses”. Em homeopatia trabalha-se com doses tão pequenas que é difícil imagina-las, por isso fiquemos com estes números para melhor percebermos do que se fala: Existem aproximadamente 1,260,000,000,000,000,000,000 (1,26 x 10^21) litros de água em todo o planeta Terra. Como cada litro tem 20.000 gotas, ficamos com o belo número de 2,46 x 10^25 gotas de água. Não esqueçam este valor, vão precisar dele mais à frente!

Os medicamentos homeopáticos são feitos através da diluição sucessiva de uma substancia em água (também pode ser álcool, mas é menos comum). Começamos com uma gota de, por exemplo, enxofre e misturamos em 99 gotas de água, para obter o que os homeopatas chamam de 1C. Agitamos o preparado, acto a que os homeopatas chamam sucussão e repetimos o processo. Ou seja, desse preparado 1C, tiramos uma gota que juntamos a 99 gotas de água. Ficamos com 2C, uma concentração de 1 gota de enxofre para 10.000 (104) gotas de água. Repetimos este processo até chegarmos a, por exemplo, 30C que é uma medida normal em medicamentos homeopáticos.

Nesta medida a gota de enxofre foi diluída em 10^60 gotas de águas (estamos a falar de 1 gota em 1.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000. 000.000.000.000.000.000.000.000.000.000 gotas), o equivalente a deixar cair uma gota em duas vezes a quantidade de água existente no planeta (podem consultar o primeiro parágrafo para confirmar).

Alguns medicamentos, como é o caso do Oscillococcinum2, usado na “prevenção e tratamento de estados gripais” vendido nas farmácias e preparado a partir de fígado e coração de pato (pomposamente chamado Anas barbariae, hepatis et cordis extractum, e que podemos traduzir do Latim mais ou menos como: “extracto de coração e fígado de pato selvagem” e que não consta em lado nenhum que tenha algum efeito a combater a gripe) vêm em preparados de 200C o que equivale a uma “parte de pato” em 10^400 partes de água! Como os próprios homeopatas admitem, é impossível encontrar uma única molécula da substancia inicial, o resultado é basicamente…. ÁGUA.

Para ter a certeza que é efectivamente este preparado que é vendido nas farmácias, fui consultar o sítio do Infarmed onde consta efectivamente que cada grama de Oscillococcinum é composto por 0,01 ml de Anas barbariae, hepatis et cordis extractum 200K, sendo o resto sacarose e lactose. Repararam no 200K? É o tal preparado de 200C, ou seja água. Sabendo que uma gota de água tem 0,05 ml, e que cada grama de medicamento tem 0,01 ml do dito composto/extracto/água podemos concluir que o Oscillococcinum não passa de açúcar (que é o que a sacarose e a lactose são) misturado com água à medida de 1 gota de água por cada 5 gramas de açúcar.

Deixa-me perplexo saber que existem pessoas que acreditam que a sucussão, um simples abanar de um líquido, pode provocar um efeito mágico não detectável e que a ser provado alteraria radicalmente o que sabemos actualmente sobre Química . Mas para quem acha que efectivamente tem efeito, tenho uma boa noticia. Graças à constante circulação da água pelo planeta, se beber um copo de água da torneira estará a ingerir várias doses de todos os medicamentos homeopáticos já inventados! Está curado e protegido de tudo e não precisa de gastar mais dinheiro em medicamentos, mas curiosamente ainda adoece, estranho, não é? Claro que as más noticias, é que estará a ingerir a “memória” de tudo com que essa água já esteve em contacto, sim é isso mesmo, montes e montes de cócó (isto partindo do principio que os abanões que o autoclismo faz à agua equivalem à sucussão. Porque, e de acordo com a Sociedade Homeopática, sem a sucussão “o efeito é nulo).

“Sim, sim. Efectivamente não faz sentido, mas a verdade é que funciona”, dizem os mais crentes. Para esses tenho duas palavras: “efeito placebo”3. Mas não precisamos de ficar só pelo efeito placebo para explicar as coisas que não deviam funcionar e “funcionam”, vou-vos contar a minha experiência: O ano passado tive uma gripe com febres elevadíssimas o que me leva a suspeitar que teria sido gripe A. Os procedimentos recomendados eram qualquer coisa do género “fique em casa e vigie os sintomas, e dirija-se ao médico se houver agravamento”. Como não houve agravamento fiquei em casa, não tomei absolutamente medicamento nenhum e fiz uma vida caseira normal (comi, dormi e vi muita mas mesmo muita televisão). Ao fim de alguns dias os sintomas tinham desaparecido. Qual é a conclusão que devo tirar? Que ver televisão cura a gripe? Claro que não, o que acontece é que as gripes como muitas doenças passam sozinhas. Infelizmente, e para mal das suas carteiras, as pessoas gostam de atribuir a cura ao que tomaram/fizeram/rezaram.

Sendo assim, a pergunta que se impõe, é: se não faz nada porque é que não é proibido? Suponho que a resposta seja: se não faz mal, deixa-se andar.
Segundo o Decreto-Lei n.º 176/2006, de 30 de Agosto, para proceder ao registo simplificado de produtos homeopáticos, o produto deve “ser administrado por via oral ou externa”, “apresentar um grau de diluição que garanta a inocuidade do medicamento” e não apresentar “quaisquer indicações terapêuticas especiais”. Em lado nenhum está escrito que o medicamento deve fazer prova de produzir o efeito publicitado.Querem ganhar um trocos? Misturem água com açúcar e vendam-na como medicamento para a doença da moda (o que nesta altura seriam medicamentos para emagrecer ou anti-depressivos) porque pelos vistos não é preciso provar que funciona.

Tomar medicamentos que não fazem nada para curar gripes não é grave, só chateia o bolso, mas o mesmo não se pode dizer de doenças que têm mesmo de ser tratadas. Tentar curar doenças graves com água e açúcar pode matar e efectivamente já tem matado4. Alguns homeopatas vão ao cumulo de dizer que os seus medicamentos previnem a malária, curam o diabetes e até o cancro! Alegações graves e que por mim deviam ser severamente punidas! Ao deixarmos entrar os medicamentos produtos homeopáticos para a gripe estamos a abrir a porta a estes medicamentos produtos. A lei para a aprovação de medicamentos homeopáticos tem de ser igual à lei para aprovação de medicamentos “convencionais”: sem provas cientificas5, o medicamento não é aprovado!


ACTUALIZAÇÃO 11/06/2015

A COMCEPT  publicou um excelente folheto que explica muito bem o que há para saber sobre a homeopatia.

ACTUALIZAÇÃO 04/07/2013

Podem ler mais sobre a história da homeopatia na COMCEPT

 

ACTUALIZAÇÃO 28/04/2011

Este artigo tem tido sido relativamente bem visitado, infelizmente ninguém poucos pontuam ou deixam comentário.
Se alguém se desse ao trabalho de o fazer agradecia.
Tenho realmente interesse em perceber que tipo de artigo vêm à procura,  o que é que achavam da homeopatia, se mudaram de ideias, se acham que sou parvo …


1 Christian Friedrich Samuel Hahnemann (10 de Abrilde 1755 –2 de Julho de 1843) foi o fundador da homeopatiaem 1779. Propôs a homeopatia numa época em que a medicina ocidental consistia em efectuar sangrias, aplicar sanguessugas e pouco mais. Naquela época era bem mais seguro ser tratado com medicamentos homeopáticos (que não faziam nada) do que pela medicina convencional da altura cuja possibilidade de fazer pior ou de matar era bastante real.

2 Oscillococcinum: “medicamento” vendido a cerca de 12€ a caixa e fabricado pela multinacional Boiron, empresa que só fabrica medicamentos homeopáticos e que em 2009 teve receitas de mais de 500 milhões de euros (informação útil para quem acha que a homeopatia é atacada por colocar em causa os interesses das farmacêuticas)..
Interessante é também a descrição do “medicamento”  : “Medicamento homeopático tradicionalmente utilizado no alívio de estados gripais  e dos sintomas decorrentes tais como febre, dores de cabeça, arrepios, dores musculares e afins”. Só diz que é “tradicionalmente usado para…”, não diz que tem efeito. Se alguma vez alguém os quiser processar não pode. Eles nunca afirmam que o produto funciona, só afirmam que as pessoas o usam para esse fim.

3 Placebo : (do latim placere, significando “agradarei”) é como se denomina um fármaco ou procedimento inerte, e que apresenta efeitos terapêuticos devido aos efeitos fisiológicos da crença do paciente de que está a ser tratado. Fonte:Wikipedia

4 Austrália, 2009. Gloria Thomas, de nove meses morreu, após atroz sofrimento, de complicações provocadas por eczema que os medicamentos homeopáticos dados pelos pais não conseguiram curar. Os pais  foram considerados culpados por homicídio e incorrem numa pena que pode chegar aos 25 anos de cadeia.

5 Sim, eu sei que as provas cientificas são falsificáveis e que os laboratórios farmacêuticos estão dispostos a quase tudo para ver os seus medicamentos aprovados. Mas um teste cientifico é algo que pode ser analisado, criticado, desmentido e repetido. Muito, mas muito melhor do que os homeopatas nos apresentam.[actualização 15/10/2012]Sobre a maneira como os laboratórios farmacêuticos nos enganam vale a pena ler o novinho em folha, Big Pharma do Ben Goldacre (o mesmo autor de Ciência da Treta)


VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 3.4/5 (16 votes cast)
HOMEOPATIA - O que é e como NÃO funciona, 3.4 out of 5 based on 16 ratings
Para Partilhar, É Só Clicar...

53 thoughts on “HOMEOPATIA – O que é e como NÃO funciona”

  1. “Quem quer que perfume um escorpião
    Não escapará, por isso, do seu ferrão.”

    Hadrat Bahaudin Naqshband, O Shah.

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: -2 (from 2 votes)
  2. TENHO 52 ANOS E USO A HOMEOPATIA MAIS DE 20 ANOS. TRATEI MINHAS FILHAS NA HOMEOPATIA E SEI QUE FAZ EFEITO. ANTES DE FALAR ALGUMA COISA TEM QUE FAZER USO. TIVE UMA INFLAMAÇÃO DE GARGANTA QUE NÃO MELHOROU APESAR DE TER FEITO USO DE ANTIBIÓTICO POR 7 DIAS, E FIQUEI COM A BOCA FERIDA. ME INDICARAM UM MÉDICO HOMEOPATA QUE ME RECEITOU UM REMÉDIO DOSE ÚNICA E NO OUTRO DIA JÁ TIVE UMA GRANDE MELHORA. DEPOIS DISSO OPTEI PELA HOMEOPATIA. MINHAS FILHAS QDO PERDERAM A TIA FICARAM COM SÍNDROME DO PÂNICO. A MAIS VELHA TOMOU RIVOTRIL POR 2 ANOS A MAIS NOVA FOI PARA A HOMEOPATIA E EM 2 MESES ESTAVA CURADA. SE FOR MENCIONAR TODAS AS CURAS QUE TIVE PELA HOMEOPATIA VOU TER QUE ESCREVER MUITO. FAÇA A EXPERIÊNCIA.

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: +5 (from 9 votes)
  3. Passada com algumas respostas que li aqui.
    Este remédio homeopático é muito bom.
    A pediatra da minha filha prescreveu, pois ela ficava muito doente, e foi maravilhoso!
    Quando fui comprar, perguntei ao farmacêutico o que achava deste homeopático (pois sempre dei kaloba para ela), o mesmo disse que este remédio era uma ótima indicação.
    Para criticar a homeopatia, deve-se estudar sobre o assunto primeiro.

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: +7 (from 9 votes)
  4. Bom dia a todos!

    Gostei muito das argumentações dos dois lados. Ocorre entretanto que acabei de passar por uma farmácia e pedi algo para melhorar meu sistema imune, já que sei que minha alimentação (vegetariana) não consegue suprir totalmente minhas necessidades. Sim, eu sei que estou errada. O que acontece é que a atendente passou-me o tal do oscillococcinum e eu na minha ignorância do latim só estranhei o termo hepatis e cordis, já associados ao fígado e coração. O “Anas brabaries” era-me desconhecido. Como agora, vegetariana poderei fazer uso de algo já discutido não fazer efeito e ainda por cima ser originário de animais?

    Resolvi deixar meu post para elogiar a discussão e comentar sobre a necessidade de maiores explicações nas caixinhas de remédios…

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: +2 (from 2 votes)
    1. a má explicação nas “caixinhas” 🙂 dos produtos homeopaticos é propositada, Se dissesse: “contém 1 gota de extracto de coração/figado de pato diluída num mar de água que depois foi pingada num pingo de açúcar” era capaz de vender pouco 🙂

      Já agora, vender Oscillococcinum para o sistema imunitário é novo para mim. Acho que deve ser do género “não sei que lhe vender, vendo isto que dá lucro e mal não vai fazer de certeza (porque não faz nada mesmo”. 😀

      O próprio medicamento só diz: “Medicamento homeopático tradicionalmente utilizado no alívio de estados gripais e dos sintomas decorrentes tais como febre, dores de cabeça, arrepios, dores musculares e afins”. enfim…..

      VN:F [1.9.22_1171]
      Rating: 0 (from 4 votes)
  5. trabalho com pecuária, e me deparei com casos em que os medicamentos alopáticos não serviram para nada. foi aí que iniciei o uso de homeopáticos, com muita eficiência. para mim isso é prova de que o efeito placebo não se aplica aos homeopáticos, pois os animais não saberiam diferenciar as duas classes de medicamentos que apliquei, imagino. é pena que também está havendo involução na homeopatia, onde se afirma, por exemplo, que vacinas sejam homeopatia, e onde o estado obriga, tanto pecuaristas, quanto as populações, a serem vacinadas compulsoriamente.

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: +7 (from 7 votes)
    1. os animais sabem diferenciar a atenção que recebem. Além disso há sempre outros factores em causa, é por isso que não se pode testar a eficácia de medicamentos assim a olho em meia dúzia de animais.

      Se temos o conhecimento que temos hoje foi graças à utilização do método cientifico, observações had-doc não produzem resultados fiáveis.

      https://pt.wikipedia.org/wiki/M%C3%A9todo_cient%C3%ADfico

      VN:F [1.9.22_1171]
      Rating: -1 (from 1 vote)
    2. Exatamente! Como um animal teria efeito placebo? Ou bebês? São tantas as aplicações práticas. Deveriam estudar antes de fazer qualquer crítica.

      VA:F [1.9.22_1171]
      Rating: +1 (from 1 vote)
      1. A homeopatia está mais que refutada e os modos em que aparenta funcionar além do placebo estão mais que explicados, neste artigo nos comentários e por toda a internet.
        Se a homeopatia funcionasse implicava uma mudança no modo como entendemos a química idêntica a descobrimos agora que afinal o sol anda à volta da terra.

        Não mandes estudar quem não conheces e de quem não fazes ideia do que sabe ou não sabe, não é um bom argumento e pode-te sair o tiro pela colatra.

        Quanto à ciência ocidental, é um termo parvo, a ciência não é ocidental, é geral ou achas que na Índia e na China não fazem ciência e medicina do mesmo modo que fazemos no “ocidente”?

        Já agora, suponho que sabes que há farmacêuticas a fazer medicamentos homeopáticos , logo segundo a tua teoria de que a ciência é má porque há farmacêuticos a fazê-la também concluis que a homeopatia é má porque há farmacêuticos a fazê-la?

        VN:F [1.9.22_1171]
        Rating: -1 (from 1 vote)
  6. Podem “discutir” anos e anos homeopatias e afins. Tudo q foge à natureza nao nos e necessario.
    Leiam livros: John kehoe, robin sharma, jorge bucay.. e tirem as vossas conclusoes. nao vale a pena discutir a medicina em si. o q funciona e aquilo em q acreditamos q funciona e direcionamos a nossa energia toda para isso.
    Saude e felicidade people 🙂

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: +1 (from 1 vote)
  7. Olá. Sou adepta de terapias alternativas. O que não significa que não aceite as convencionais. Simplesmente devemos experimentar para depois podermos opinar.

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: +5 (from 5 votes)
  8. Olá,li todo o seu artigo e alguns comentários… Sou bem leiga sobre o assunto homeopatia, então estou pesquisando… Enquanto lia o seu texto, me lembrei do Kefir. Será que a mistura de sacarose, lactose e água pode está produzindo algum efeito,já que estão em maior quantidade do que o princípio ativo, em uma mistura homeopática?

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0 (from 0 votes)
    1. Olá Beth,

      Se o kefir estiver misturado com quantidades normais de água as suas propriedades ainda vão estar presentes em quantidades aceitáveis.
      Se misturares uma migalha de kefir numa piscina olímpica, mesmo assim ainda vais ter mais kefir que num preparado homeopático.
      Se te estavas a referir a algum preparado homeopático que diz ter kefir, o mais certo é não ter lá nada, mas o ideal é ver a composição para saber exactamente o que consta e em que quantidades.

      VN:F [1.9.22_1171]
      Rating: +2 (from 2 votes)
  9. Nao fale do que não sabe, e no que respeita a homeopatia aposto que nao sabe nada, so do que ouve, e mesmo assim mentiras deduzo eu, pelo seu comentario. Em vez de acreditar em tudo o que lhe dizem experimente você, e depois entao terá uma opiniao propria. E ja agora, ha carecas que gostam de o ser, nao é nenhuma doença acho eu lool.

    So lhe tenho a dizer isto:

    http://d24w6bsrhbeh9d.cloudfront.net/photo/a75OoV

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: +1 (from 3 votes)
  10. Já não há paciência absolutamente nenhuma para a arrogância da ignorância. Cláudio, os cientistas são todos uns burros, já sabes! não sabem nada! as mentes magnificamente abertas (tão abertas que o cérebro já escorregou para o chão) e que tiraram o curso na universidade do youtube (que giro, usar a ciência e negá-la ao mesmo tempo), é que sabem. Aprende de uma vez por todas, pá! Abre a tua mente! Deixa o cérebro escorregar! E serás mais feliz, pois não terás de aturar parvoíces.

    Só aprende quem quer. Quem prefere acreditar no Pai Natal e na Fada Sininho, deixá-los.

    Mais explicações para quê?… mais ainda? não chega já de informação e de insultos de patetas? não quer saber, não quer!

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: +3 (from 5 votes)
    1. Meus gatos são tratados com homeopatia: cistite, insuficiencia renal e cancer. Efeito placebo? Acho que eles não sabem o que é isso. Se funciona? Basta olhar os exames. Uréia e creatinina vêm caíndo desde que comecei o tratamento. O que tinha cistite em 2 dias voltou a urinar normalmente…Só porque não entendem como funciona não significa que não funcione.

      VA:F [1.9.22_1171]
      Rating: +8 (from 8 votes)
      1. E só porque acha que no seu caso funciona, não significa que funciona.

        Há outras razões para os seus gatos estarem melhores, por exemplo:
        – o simples passar do tempo.
        – alterações na alimentação. Sugeridas por quem receitou os “medicamentos” ou por iniciativa própria.

        Acha mesmo que meia dúzia de exemplos avulso mal testados provam alguma coisa?
        As provas têm de ser feitas em laboratório por cientistas preparados para as fazer.

        Disse e volto a dizer, vi televisão e fiquei curado da gripe, portanto ver televisão cura a gripe. O seu exemplo é do mesmo género.

        VN:F [1.9.22_1171]
        Rating: -2 (from 4 votes)
        1. Acredito que haja uma equivoco enorme no que as pessoas chamam de “ciência” e “cientistas preparados”. O Ocidente só aceita um único jeito de “comprovar cientificamente” os fatos. Existem muitos outros. A percepção de ciência e observação dos fatos precisa ainda ser muuuuuuuuuito ampliada no Ocidente. Seria reduzir muito as possibilidades acreditar apenas em cientistas, especialmente da indústria farmacêutica. Esta, sim, com intensões das piores possíveis e ganhando rios de dinheiro, manipulando resultados de pesquisas, que muitos entendem inquestionáveis, feitas por “cientistas preparados”.

          VA:F [1.9.22_1171]
          Rating: +3 (from 3 votes)
          1. Há várias métodos para tentar explicar a realidade. De todos o que teve e tem mais sucesso, é a ciência.
            Usar a Internet ao mesmo tempo que se diz que a ciência não funciona, não faz sentido.

            VN:F [1.9.22_1171]
            Rating: -1 (from 1 vote)
    1. Pedro, Pedro…. até estavas a argumentar bem, mas agora estragaste tudo.
      Achas mesmo que esse tipo de insulto te dá razão?

      É mesmo de quem já perdeu o argumento e só lhe resta insultar.

      Ainda por cima, o argumento da “mente fechada”. Santa paciência, já ninguém tem pachorra para ouvir isso.
      “Não acreditas naquilo que eu acredito, portanto tens a mente fechada.”

      E Sinceramente, se alguém pode usar esse argumento somos nós, que não acreditamos que a homeopatia faça alguma coisa:
      – Para cada nobel que acredita na homeopatia deve haver mais de 10 que não acreditam
      – Para cada estudo (bem feito) que prove que a homepatia funcione deve haver mais de 10 que provem o contrário.
      – Após dezenas e dezenas de anos a tentar provar que a homeopatia funciona, ninguém ainda o fez de modo convincente, e a prova-lo está o facto de ninguém ter ganho um nobel com esse feito.

      Portanto se continuas a acreditar na homeopatia apesar das provas esmagadoras de que não funciona, tens a mente fechada.

      E por favor, não venhas com estórias pessoais de que funciona. Tenho uma gira sobre isso:
      Um farmacêutico que acredita na homeopatia disse-me uma vez que a homeopatia funciona e aprova é que uma vez teve gripe, tomou um medicamento homeopático e a gripe passou, portanto a homeopatia funciona.
      Isto é mau demais para ser verdade, um farmacêutico que não percebe pevide de saúde, uma verdadeira vergonha!
      Eu respondi-lhe que quando tive gripe fiquei em casa a ver televisão (não tomei medicamento nenhum) e a gripe passou-me, por isso ver televisão cura a gripe. Ele ficou olhar para mim…

      Relaxa e defende a tua posição, mas não insultes. Só tens a perder com isso.

      Toma lá para te ajudar a relaxar:

      VN:F [1.9.22_1171]
      Rating: -1 (from 3 votes)
      1. Cláudio, desculpe se o insultei, mas a resposta que dei foi a D. Barbosa, que ja se fartou de insultar muitas vezes neste blog a varias pessoas, e com argumentos fracos de quem só vem para chatear um pouco.
        Ja se deve ter deparado que ha muitas coisas sem explicaçao ainda neste mundo, e que nao sao obra do acaso, se fosse so uma duas era uma coisa, mas ha muitas. A homeopatia que é do que estamos a falar é uma delas. Ainda estamos para descobrir muita coisa, e não haver provas de… é diferente de haver provas contra. Nao sou a melhor pessoa para falar dos metodos usados para se chegar às provas cientificas, e acredito nelas obviamente, mas sei que a tecnologia está sempre a evoluir, e ha muito para evoluir. Não sei se me estou a fazer entender. Mas entao se a homeopatia na verdade nao funciona existe coincidências a mais.
        Eu acredito provas nas cientificas, mas tambem acredito que ha muito ainda para evoluir nessa area. Se provarem que a homeopatia realmente nao funciona, e isso ninguém o fez, entao obviamente que mudarei de opiniao. Até la vou tratando das otites, gripes, herpes, dermatite, alergias, cefaleias, etc. Que à 4 anos que nao tomo nada senao homeopatico, e antes disso eram quimicos as carradas desde criança. Ate varicocele consegui tratar, e os medicos ficaram surpreendidos com os resultados das analises.

        VA:F [1.9.22_1171]
        Rating: +5 (from 5 votes)
  11. “Agora pelo que escreve parece que sabe tudo de homeopatia, secalhar podia tentar voce ganhar o premio nobel… Eu estou a aprender a homeopatia, a alopatia ja conheço bem. Voce so conhece a alopatia e nao quer aprender a homeopatia, que diz conhecer os seus principios, e depois fala em crenças… Portanto aqui quem nao quer aprender é você! Eu estou aberto a conhecer mais e mais. Ja agora, entao também nao acredita no Reiki certo? E na acupunctura? Olhe que esta última ja tem provas!
    E nao sou contra a alopatia, acho sim que todas as terapias se podem e devem complementar.”

    O Pedro Sousa continua a insistir em crença, quando o que falamos é de factos. Não importa se acreditamos ou não no Reiki ou na Acupunctura (que para o Pedro JÁ apresenta provas (Quais??) – o que significa que elas não existem para a homeopatia ou Reiki?). O que interessa é que um tratamento tem efeitos fisiológicos visíveis, independentemente das pessoas acreditarem ou não.

    É por essa razão que se fazem ensaios clínicos onde existem controlos que tomam em conta os efeitos placebo (um tratamento/medicamento a fingir que é dado a um grupo de pessoas sem saberem o que estão a receber, se o tratamento falso ou verdadeiro). E se os resultados não forem diferentes entre o tratamento falso e verdadeiro, então chega-se à conclusão que o tratamento verdadeiro não é melhor que um placebo.

    E nos ensaios clínicos bem feitos, com grupos de controle, duplamente cegos (em que nem o paciente, nem quem está a administrar o tratamento, sabem qual o tratamento falso ou verdadeiro), nem o Reiki, nem a homeopatia, nem a acupunctura mostram resultados suficientes para assegurar a validade do tratamento.

    Se na vossa formação como homeopata/”medicina” tradicional chinesa/ naturopatia não tiverem em conta esses dados, não fizerem a mais pequena ideia porque razão existem esses passos importantes na avaliação de um tratamento, então é um curso que não vos ensina verdadeiramente a identificar e analisar os resultados dos vossos “tratamentos”.

    Se quer mesmo aprender mais e mais, perca um bocadinho de tempo nas tais publicações cépticas e veja se realmente sabe mesmo tudo sobre a homeopatia e sobre a maneira como o ser humano funciona.

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: +3 (from 3 votes)
  12. Caro Pedro, antes de insultar pessoas que não conhece, poderia estudar um pouco de ciência.

    Eu conheço perfeitamente a história e princípios da homeopatia.

    E mantenho tudo o que disse.

    O seu caso pessoal (como tantos outros) não passa de “evidência anedótica”, não é prova científica.

    Ainda bem que melhorou mas, com certeza, a melhora nada teve a ver com a homeopatia. Muito provavelmente deveu-se como já expliquei a um efeito placebo ou a uma remissão natural (muito comum no caso de doenças alérgicas como a que descreve).

    Sim, a homeopatia não passa de um sistema de crença, em nada diferente da cura espiritual. O único tratamento que aplicam é água/açúcar/álcool, sem qualquer substância activa que possa desencadear o efeito que alegam.

    Quem provar cientificamente o contrário, será certamente merecedor do Prémio Nobel.

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: -2 (from 4 votes)
    1. Bem… nunca tinha discutido este assunto com gente tao céptica assim… nunca imaginei. Na minha familia ha 3 medicos e 2 farmaceuticos e felizmente lidam varias vezes com a homeopatia (e cada vez mais) pois teem otimos resultados. Placebo ou nao, continuo a preferir o placebo aos quimicos paliativos.

      Xau e bem haja a todos

      VA:F [1.9.22_1171]
      Rating: +2 (from 4 votes)
  13. Caro Pedro Sousa,

    “1º Para tudo o que me respondeu precisou de ir ao google, e acreditou cegamente em tudo o que viu, foi ver artigos puramente céticos, e esse é o caminho mais fácil. Um deles com o nome “Comunidade Céptica Portuguesa”. Mas está a gozar só pode…”

    Não precisei de ir ao google para muitos deles (e se não vê porquê, é porque nem sequer leu os links, por isso essa de acreditar em tudo o que li é engraçada). E toda a ciência é céptica por princípio. Se toma a ciência por uma ferramenta útil, o que pelos seus comentários seguintes, não parece ser o caso, não poderia descreditar o cepticismo só porque não dá jeito.

    “2º Um homeopata pode e deve aconselhar sim uma pessoa caso veja que o tratamento nao esta a funcionar, tal como qualquer outro profissional de saúde. Aliás ha situaçoes, em que o homeopata recusa-se a tratar uma pessoa, tal como um estado demasiado avançado de uma doença, nao vale a pena aprofundar muito mais.”

    Deve, mas não o faz em muitas situações, o que é de esperar já que não tem capacidade para identificar ou diagnosticar as diferentes patologias. E volto a dizer, são muitos os casos onde os homeopatas não aconselham tratamentos médicos.

    “3º Nao sei onde uso argumento duplo, de facto ha maus médicos e maus homeopatas, alias, como disse, ha podres em todo o lado. E em relaçao aos casos de sucesso da homeopatia faça uma pesquisa, e nao é preciso muita, acho que nao tenho de lhe provar nada, apenas dar opinioes, e porque nao tenho muito tempo para estar agora a ir ao Dr. Google.”

    O facto de não reconhecer o mau argumento já me diz o suficiente.

    Quanto aos milhares casos de sucesso – eu sei procurar nas publicações científicas os resultados de estudos sistemáticos feitos à homeopatia. O que é diferente de consultar um motor de busca seja o google ou o yahoo. É a diferença entre acreditar em tudo o que está na internet e saber consultar as fontes certas. A diferença entre ser céptica ou crente.

    “Em relaçao as “perguntas” que pus, que nao tinham de ser obrigatoriamente respondidas, mas ainda assim respeito, a suas respostas em nada mudam o que penso, pois são nitidamente uma opiniao sua, e longe de ser uma verdade absoluta. Eu deixo-as em aberto, ainda estamos muito longe de ter verdades absolutas… E discutir com cépticos ja reparei que é uma perda de tempo.”

    Outra diferença entre ser céptico e ser crente. É que eu pelo menos faria o esforço de averiguar os milhares de casos de sucesso da homeopatia se esses casos estivessem em publicações científicas. É que estou disposta a mudar de opinião, caso verifique que esteja errada, logo, longe de ser uma posição de verdade absoluta.

    Toda a gente tem direito à sua opinião, não tem é direito aos seus próprios factos. Cumprimentos

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: +3 (from 5 votes)
    1. “não tem capacidade para identificar ou diagnosticar as diferentes patologias”, Infelizmente é verdade que existem homeopatas, naturopatas, fitoterapeutas, etc que nao o sabem fazer. Com a regulaçao da lei das medicinas nao convencionais as coisas irao ao sitio. O IMT (Instituto Medicinas Tradicionais) é dos poucos onde as pessoas saem perfeitamente formadas para tal situaçao. Lá o curso de homeopatia é de 4 anos, composto por cadeiras de biomedicas que preparam os alunos para isso mesmo, e no fim ainda somos avaliados oralmente por um médico. Mas voce tem razao, ha homeopatas que tiram o curso em menos de um ano, o que é imperdoavel, e sao muitos os sitios espalhados pelo país. O que vai acontecer a essa gente quando a lei estiver regulamentada é que vao ter de se inscrever numa universidade e fazer um monte de cadeiras. Mas o mais grave nem é isso acontecer em homeopatia, acho mais grave ainda acontecer em osteopatia, acupunctura e naturopatia por exemplo, que as tecnicas e medicamentos usados podem comprometer a saude do paciente diretamente…

      VA:F [1.9.22_1171]
      Rating: -1 (from 3 votes)
  14. Acho estúpido o exemplo que dão ao inicio, de um caso de morte de uma criança de 9 meses devido a falta de resultados da parte dos remedios homeopáticos. Um profissional homeopata numa situação dessas reencaminhava ou aconselhava os pais da criança para outra terapia, agora é assim, podres ha em todo o lado, e nem vale a pena falar entao da quantidade de pessoas que morreram por causa de remédios alopáticos, esses casos ja nao convém serem falados…

    Como explicam os milhões de casos de sucesso a nível mundial de tratamentos com recurso à homeo­patia? Como explicam que a Organização Mundial de Saúde reconheça a homeopatia como uma área de saúde válida? Como explicam que o estado português, através da Lei 45/2003, de 22 de agosto, reconheça expressamente a homeopatia como uma área das terapêuticas não convencionais, que está neste preciso momento a ser legislada? Como explicam o envolvimento e a certificação do Infarmed nos medicamentos homeopáticos? Como explicam os milhares de médicos convencionais que, em todo o mundo (e muitos em Portugal), prescrevem homeopatia aos seus doentes? Como explicam que na Alemanha, em França e em Inglaterra se recorra massivamente à homeopatia? Serão estes povos mais ignorantes ou desinformados do que os portugueses? Gostava que respondessem a estas perguntas. Ou considerarão estes argumentos pouco válidos?

    A ignorância afeta-me como um ataque pessoal, pois estão a recorrer às premissas erradas para a explicar… Só me resta pensar que ou os cientistas são completamente burros, ou o seu objetivo é mesmo o ataque. Vocês deveriam, no mínimo, ter o cuidado de explicar a homeopatia através do recurso à ciência na qual esta se baseia, que é a física, e não através da química, o que tem a mesma validade de colocar um advogado a explicar e a questionar conceitos de economia ou gestão.

    Têm vindo a ser feitos estudos que explicam a homeopatia, e um exemplo disso é o facto de o cientista Luc Montagnier, Prémio Nobel da Medicina em 2008, ter publicado, sobre a homeopatia, o artigo que envio em anexo.

    http://terapiafloralon-line.blogspot.pt/2012/05/l

    http://www.huffingtonpost.com/dana-ullman/luc-mon

    Muito mais podia ser dito e escrito, não por mim, que não sou especialista, sou um aluno de homeopatia, mas pelos bons homeopatas que felizmente existem, a defender a homeopatia com base e fundamentos, mas penso que as questões que vos coloquei cumprem bem esse papel.

    Cumprimentos a todos e desculpem qualquer coisa

    Bom ano!

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0 (from 2 votes)
    1. A homeopatia não tem qualquer defesa científica, que seja pela Química, Física ou, muito menos ainda, Biologia.
      Os “casos de sucesso” não são devidos à homeopatia, como o demonstram os ensaios clínicos cegos e randomizados, mas sim a remissões naturais ou efeito placebo.
      Os franceses, alemães ou ingleses não são mais ignorantes, são igualmente ignorantes ou, melhor dizendo, crentes.
      Sim, porque o uso da homeopatia baseia-se em crenças, não em provas científicas.

      A homeopatia foi muito importante (e até parecia fazer sentido) na altura em qua foi criada, no século XVIII. Hoje em dia, com todos os conhecimentos científicos que acumulamos entretanto, é um total absurdo.

      Porque é que é legislada em Portugal? É um mistério!…ou talvez não. Chama-se pressão de uma determinada classe profissional sobre a classe política. Funciona para tudo.
      As leis, infelizmente, nem sempre têm em conta os factos científicos mas, muitas mais vezes, a demanda popular e factores económicos.

      VA:F [1.9.22_1171]
      Rating: +1 (from 3 votes)
      1. D. Barbosa, antes de tentar falar da historia da homeopatia, de efeitos placebo, ou de crenças, acho que lhe ficava bem, em vez de ler assuntos contra a homeopatia, estudar mesmo um pouco de homeopatia. Efeito placebo eu ainda compreendo que passe pela cabeça de quem é contra, mas crenças…

        Eu desde os 7 anos que tenho grave problemas de pele e variadas alergias, aos 20 fui diagnosticado com dermatite aguda, tinha as dobras dos braços, pernas e pescoço em ferida e a deitar pus, tive 3 meses a tomar ciclosporina (um forte imunossupressor, usado em casos de transplantes para nao haver rejeiçao), e de facto tratou-me, pensei eu, mas aos 23 aconteceu-me o mesmo, mas mais intenso ainda, foi quando recorri ao homeopata (é típico recorrer-se a estas terapias quando nao aguentamos mais, mesmo eu ja fui céptico), estive a tomar durante 2 meses Psorinum 1000ch. Neste momento tenho 27 anos e no maximo tenho secura da pele, que vou controlando com a homeopatia, neste momento eu proprio faço a seleçao dos meus remedios.

        Se é placebo? A mim sinceramente nao me chateia. Mas acho que é melhor do que andar a tomar anti-histamínicos, pomadas com cortizona ou ciclosporina…

        Neste momento estou no 2ºano de homeopatia, no IMT de Lisboa, e posso dizer que estou a adorar, ha consultas gratis la, e é fascinante ver os otimos resultados das pessoas que la vao.

        Cumprimentos

        VA:F [1.9.22_1171]
        Rating: +2 (from 6 votes)
    2. Caro Pedro Sousa,

      “Um profissional homeopata numa situação dessas reencaminhava ou aconselhava os pais da criança para outra terapia, agora é assim, podres ha em todo o lado, e nem vale a pena falar entao da quantidade de pessoas que morreram por causa de remédios alopáticos, esses casos ja nao convém serem falados…”

      Os profissionais homeopatas não reencaminham as pessoas para profissionais médicos. Um exemplo: http://comcept.org/2013/01/16/vacinas-homeopatica

      E falarmos da quantidade de pessoas que sobreviveram e vivem vários anos graças à intervenção médica e a medicamentos que são eficazes? Podemos falar?

      “Como explicam os milhões de casos de sucesso a nível mundial de tratamentos com recurso à homeopatia?”

      Quais casos?

      “Como explicam que a Organização Mundial de Saúde reconheça a homeopatia como uma área de saúde válida?”

      A OMS reconhece várias práticas “alternativas” à medicina. Trata-se de um reconhecimento formal, não de uma recomendação. Aliás, a OMS recentemente recomendou a não utilização da homeopatia para condições graves, e para as quais, os homeopatas recomendam a utilização dos seus produtos. Ver mais aqui: http://news.bbc.co.uk/2/hi/8211925.stm

      “Como explicam que o estado português, através da Lei 45/2003, de 22 de agosto, reconheça expressamente a homeopatia como uma área das terapêuticas não convencionais, que está neste preciso momento a ser legislada?”

      Lobby das terapias não convencionais e o facto desta lei ter sido protegida por um partido político. Aliás, o facto destas 6 terapias terem sido aprovadas, quando são diferentes entre si e com graus diferentes de plausibilidade só indica que não houve uma verdadeira avaliação de cada uma. Ver mais aqui: http://comcept.org/2013/01/08/a-regulamentacao-da

      “Como explicam o envolvimento e a certificação do Infarmed nos medicamentos homeopáticos?”

      Realmente é daquelas coisas que não compreendo. Talvez porque o que interessa é vender? É uma das coisas que desconheço porque razão a DECO ainda não pegou neste exemplo de publicidade enganosa. É que um produto que “possui um grau de diluição tal que é inócuo” e outro que “possui substâncias activas tem de ser submetido ao mesmo rigor que um medicamento normal” são ambos classificados como “medicamento homeopático”

      “Como explicam os milhares de médicos convencionais que, em todo o mundo (e muitos em Portugal), prescrevem homeopatia aos seus doentes?”

      Da mesma maneira que milhares de médicos convencionais prescrevem medicamentos que não têm efeito algum ou que receitam medicamentos em excesso, ou que receitam medicamentos errados.

      Tem de me explicar porque usa um argumento duplo. Por um lado assume que os médicos cometem erros (no seu primeiro comentário), e depois, já servem como autoridade porque usam homeopatia.

      “Como explicam que na Alemanha, em França e em Inglaterra se recorra massivamente à homeopatia? Serão estes povos mais ignorantes ou desinformados do que os portugueses? ”

      O que está implícito no seu comentário é que os portugueses são ignorantes e desinformados quando comparados com os ingleses ou os alemães.

      Mas na verdade, nem uma coisa nem outra. Se procurar verá as grandes críticas feitas à homeopatia têm origem nos países onde ela é mais forte: na Inglaterra e na Alemanha. http://news.discovery.com/human/health/uk-governm… e http://www.spiegel.de/international/germany/alter

      “Têm vindo a ser feitos estudos que explicam a homeopatia, e um exemplo disso é o facto de o cientista Luc Montagnier, Prémio Nobel da Medicina em 2008, ter publicado, sobre a homeopatia, o artigo…”

      Já se perguntou porque razão Luc Montagnier não obteve um prémio Nobel com a “investigação” que fez sobre a homeopatia?

      É que se os seus resultados fossem realmente válidos, seria um excelente candidato já que colocaria todo o conhecimento em física e química acumulado ao longo de vários anos em causa.

      Ah e este é um bom exemplo, da patologia que afecta vários laureados com o prémio Nobel. http://www.sciencebasedmedicine.org/luc-montagnie

      VA:F [1.9.22_1171]
      Rating: +1 (from 3 votes)
      1. Bem, estamos perante alguem bastante teimoso.
        1º Para tudo o que me respondeu precisou de ir ao google, e acreditou cegamente em tudo o que viu, foi ver artigos puramente céticos, e esse é o caminho mais fácil. Um deles com o nome “Comunidade Céptica Portuguesa”. Mas está a gozar só pode…
        2º Um homeopata pode e deve aconselhar sim uma pessoa caso veja que o tratamento nao esta a funcionar, tal como qualquer outro profissional de saúde. Aliás ha situaçoes, em que o homeopata recusa-se a tratar uma pessoa, tal como um estado demasiado avançado de uma doença, nao vale a pena aprofundar muito mais.
        3º Nao sei onde uso argumento duplo, de facto ha maus médicos e maus homeopatas, alias, como disse, ha podres em todo o lado. E em relaçao aos casos de sucesso da homeopatia faça uma pesquisa, e nao é preciso muita, acho que nao tenho de lhe provar nada, apenas dar opinioes, e porque nao tenho muito tempo para estar agora a ir ao Dr. Google.

        Em relaçao as “perguntas” que pus, que nao tinham de ser obrigatoriamente respondidas, mas ainda assim respeito, a suas respostas em nada mudam o que penso, pois são nitidamente uma opiniao sua, e longe de ser uma verdade absoluta. Eu deixo-as em aberto, ainda estamos muito longe de ter verdades absolutas… E discutir com cépticos ja reparei que é uma perda de tempo.

        Bem haja

        VA:F [1.9.22_1171]
        Rating: +2 (from 4 votes)
        1. Se as respostas em nada vão mudar a sua opinião, então porque faz perguntas?
          Se já tem resposta para tudo….
          Isso só prova que não está interessado em aprender nada, apenas em continuar arreigado à sua crença.

          VA:F [1.9.22_1171]
          Rating: -1 (from 3 votes)
          1. A Homeopatia é uma medicina ainda com coisas por descobrir, nao existem provas concretas do seu modo de funcionamento (por enquanto), apenas ha provas físicas, muitos casos clínicos (os tais com efeito placebo como você gosta muito de cantarolar). Agora pelo que escreve parece que sabe tudo de homeopatia, secalhar podia tentar voce ganhar o premio nobel… Eu estou a aprender a homeopatia, a alopatia ja conheço bem. Voce so conhece a alopatia e nao quer aprender a homeopatia, que diz conhecer os seus principios, e depois fala em crenças… Portanto aqui quem nao quer aprender é você! Eu estou aberto a conhecer mais e mais. Ja agora, entao também nao acredita no Reiki certo? E na acupunctura? Olhe que esta última ja tem provas!
            E nao sou contra a alopatia, acho sim que todas as terapias se podem e devem complementar.
            Nao é como um paciente, que chega ao medico a dizer que o problema que ele nao conseguiu tratar, foi tratado por um homeopata, e este ainda se ri. Um bom medico pesquizaria sobre como o paciente foi tratado, aprenderia mostraria interesse pela recuperaçao do seu doente, e nao se deixaria levar pelo orgulho… Mas felizmente nao conheci muitos assim.

            VA:F [1.9.22_1171]
            Rating: +2 (from 2 votes)
  15. A saúde é de tal forma importante que,na falta desta, as pessoas não olham a meios para a recuperarem.
    Exemplo: Sempre houve charlatães a aproveitar o desespero das pessoas para ganhar dinheiro… Há centenas de anos que se vendem elixires que afirmam fazer crescer o cabelo aos carecas. Não conheceriamos ninguem careca se tal elixir funcionasse. No entanto se forem há farmacia hoje mesmo lá estará um elixir, champô, ou uns comprimidos, que afirmam fazer isso mesmo… E um careca vai pensar – nunca nenhum funcionou…mas e se ESTE funcionar?
    Há muita coisa natural perigosa, especialmente no emagrecimento. Nada é proibido, mentir não é proibido em televisão…é verdadeiramente uma pena.
    A homeopatia entristece-me pois é uma prova de malvadez de quem faz e estupidez de quem usa 🙁 Obrigada pelo post

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: -1 (from 3 votes)
  16. Gostaria que voces me explicassem o efeito placebo em um felino que sofria de staphilocossus epidermes por 4 anos e apos a homeopatia nao mais. Fiquei muiot interessado em saber como o animal sabe da diferenca entre homeopatia e outtos. Seria o felino um ser extraterreste enclaurusado a ponto de saber do que se trata?

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: +4 (from 6 votes)
    1. Sim, provavelmente era um extra-terrestre.

      Ahh… e se por acaso quiser mesmo saber como é que os animais são afectados pelo efeito placebo, veja os comentários abaixo. Coloquei vários links para artigos sobre animais e efeito placebo.

      VN:F [1.9.22_1171]
      Rating: -1 (from 3 votes)
  17. O mais engraçado é que quanto mais falam contra a Homeopatia mais me apetece rir do ridiculo que se tornam, pois as evidências são cada vez maiores de como a homeopatia funciona, enão me venham com as tretas da ciência, pois na ciência o que hoje é provado amanhã é desmentido.
    Rididculo é dizer-mos que a homeopatia não funciona, quando as pessoas tomam medicamentos atrás de medicamentos e não têm qualquer efeito terapeutico a não ser o seu agravamento. Mas por coincidência como os Srs. Doutores da ciência querem fazer transparecer, eles tomam homeopatia e o seu estado geral e sintomas desaparecem em três dias, claro que é obra do Placebo, só me apetece rir com o ridiculo que se tornam quando não têm explicação para o que é obvio.
    Aos Srs. que criticam a homeopatia, desejo-lhes grandes tratamentos com os quimicos.
    Que eu saiba ninguém é obrigado a consumir Homeopatia, mesmo que o médico mande, o que não entendo é porque existem pessoas a esforçarem-se tanto para provar que a homeopatia não funciona?Normalmente quando uma coisa não funciona tem tendência a desaparecer e não a crescer como a homeopatia.
    Falem da Homeopatia porque isso é muito positivo, é sinal que está a crescer e que não passa despercebida. E como não funciona tal como a Acunpunctura não funcionava em tempos para os Srs. Doutores, ela tem cada vez mais adeptos. Mostrem lá os vossos estudos Srs Cientistas, para eu me rir mais um pouco.

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: +9 (from 11 votes)
    1. era tão bom que as coisas que não funcionam desaparecessem.
      Infelizmente não é assim, como se pode ver pela continuação da existência de astrólogos, videntes, religiões, esquemas em pirâmide, etc.

      Quanto a “pois na ciência o que hoje é provado amanhã é desmentido.” isso está completamente errado. A ciência vai fazendo ajustes, mas nunca nas décadas recentes fez reviravoltas completas como a que seria necessário para que a homeopatia funcione.

      E “as evidências são cada vez maiores de como a homeopatia funciona” ?
      A sério? Onde estão essas evidências? Na pessoa que diz que tomou um medicamento homeopático e a gripe passou-lhe?

      Quer acreditar na homeopatia? Esteja à vontade, não pretendo proibir ninguém de acreditar ou tomar medicamentos homeopáticos.

      VN:F [1.9.22_1171]
      Rating: -3 (from 7 votes)
    2. Neste texto foram apresentados alguns dos motivos que levam qualquer pessoa com um mínimo de conhecimento científico a assumir que a homeopatia não faz sentid nenhum nem pode ter qualquer efeito terapeutico.
      No entanto, esse efeito terapêutico até poderia existir.
      Nesse caso, estaríamos perante o maior mistério da ciência actual e seria necessário reformular todas as bases da Biologia, Física e Química. Uau, material para prémio Nobel!

      No entanto, não é isso que acontece.
      Todos os ensaios clínicos realizados com as boas práticas clínicas (testes cegos, randomizados e com uma amostra significativa de pacientes) indicam que não há nenhum efeito terapêutico dos preparados homeopáticos que os distingam de um placebo.
      Logo, a conclusão natural é: não funciona!

      Pode consultar a evidência científica aqui: http://www.publications.parliament.uk/pa/cm200910/cmselect/cmsctech/45/4502.htm

      Porque é que continua a ser usado?
      Fácil.
      Porque é que as pessoas continuam a gastar dinheiro em astrólogos e adivinhos?…irracionalidade. (Mas, na verdade, essa é outra discussão e não cabe num comentário)

      VA:F [1.9.22_1171]
      Rating: 0 (from 8 votes)
  18. se me curo melhor com os “efeitos placebo” do que com a medicina ortodoxa… bem, vou continuar com os “placebos” ao menos não me faz mal!

    Realmente as pessoas devem ser todas cegas por tomar essas coisas… e no entanto há cada vez mais pessoas a tomar… cada vez mais medicos a “introduzir” estas medicinas e a industria farmaceutica, ás turras a tentar ficar exclusivamente com os medicamentos homeopaticos para si mesma…

    E só mais uma coisa… quem disse que na homeopatia não se tratam casos de saude graves???

    Axo inacreditavel existirem leis onde sou OBRIGADA a tratar os meus filhos atravez da medicina ortodoxa… isso é um CRIME para os direitos humanos… se for a medicina convencional a matar-me um filho porque os seus medicamentos não ajudam… tá tudo bem… mas os homeopáticos… ai já sou criminosa…
    é triste…

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: +7 (from 11 votes)
    1. não existem almoços grátis. Não há medicamentos que não tenham efeitos secundários.
      Se quer acreditar que a homeopatia funciona E que não tem efeitos secundários, esteja à vontade.

      VN:F [1.9.22_1171]
      Rating: +1 (from 7 votes)
    2. O efeito placebo cura aquilo que se pode curar sem intervenção médica e aqueles sintomas que são altamente subjectivos (como a dor ou a ansiedade).

      Se acha que aconselhar os pais a não prejudicarem a saúde dos seus filhos é contra os direitos humanos, tem uma concepção muito curiosa do que são “direitos humanos”.
      A liberdade de culto não pode permitir que os pais ponham a vida dos seus filhos em risco. Isso aplica-se também (a meu ver) àqueles pais que recusam vacinar os seus filhos, colocando a vida dos seus filhos e dos filhos dos outros em risco. Risco esse absolutamente desnecessário e, portanto, criminoso.

      Toda a medicina tem riscos.
      Se a homeopatia alega que não tem, é precisamente porque não é aplicada qualquer terapia (para além da ingestão de açúcar e álcool que, para certas pessoas até pode ser bem arriscado).
      A questão é racionalizar esses riscos usando uma análise de custo-benefício: se eu tomo uma aspirina, posso sentir algum mau-estar no estômago. Mas se não a tomar, a dor (muito superior ao mau-estar) não passa.

      Os médicos, quando são maus ou incorrem en negligência ou más práticas, são punidos pelos seus pares e pela justiça.
      Já os homeopatas, quando dizem a uma mae para não vacinar o seu filho ou que pode ir para África tranquilamente que com os seus preparados não estará arriscará contrair malária ou quando convence uma paciente a deixar de tratar o seu cancro porque ele tem a solução….tudo isso, é crime! E não é punido nem sequer criticado pelos pares!

      VA:F [1.9.22_1171]
      Rating: -1 (from 7 votes)
  19. Se eu beber essa homeopatia nao vai me matar por certo ja a ciencia e a medicina ortodoxa matam mais que as estradas de todo o mundo juntas.

    Entao e logico que prefiro as gotas do alemao a mistela do laboratorio portugues que mata.

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: +10 (from 14 votes)
    1. Diz isso porque não tem nenhuma doença que precise de ser tratada. Se tivesse, não dizia.

      Tem razão, a homeopatia foi inventada porque não fazia mal, porque efectivamente não faz nada. Se sabe isso porque gasta dinheiro? mais vale não tomar nada.

      E é óbvio que a medicina “ortodoxa” por vezes mata, sendo que na esmagadora maioria das vezes o que acontece é que não salva. Tentar tratar pessoas com estados graves não é sempre garantido. Se a homeopatia tentasse tratar pessoas com os problemas que são tratados com a medicina “ortodoxa” não tenha dúvidas que também matava.

      Venham de lá esses dados oficiais que mostram que a medicina “ortodoxa” mata nas quantidades que fala, gostava de ver esses estudos.

      VN:F [1.9.22_1171]
      Rating: -1 (from 7 votes)
  20. Olá F,

    Pode haver várias razões para esse efeito:

    – efectivamente existe efeito placebo nos animais através do dono se juntamente com o produto forem dados "mimos"

    – o animal curava-se mesmo sem nada e a pessoa pensa que tem a ver com o produto. por isso é que os efeitos têm de ser testados em muitos casos.

    – alguns produtos homeopáticos, não o são. ou seja dizem que são homeopáticos mas não são suficientemente diluídos para o serem. qual foi o produto que usou.?

    sobre efeito placebo em animais:
    http://www.sciencebasedmedicine.org/index.php/is-

    VN:F [1.9.22_1171]
    Rating: -3 (from 7 votes)
  21. Sou testemunha do efeito, como diz "placebo", em gatos!!!

    Como é que o sr. "douto" explica tal? O medicamento teve efeito no dono?

    Bom efeito. Já teve o seu "comment"

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: +4 (from 8 votes)

Leave a Reply